16 de março de 2011

Concurso para cartórios não terá provas objetivas de português e conhecimentos gerais

TJ-MA

O próximo concurso para notários e registradores não terá provas objetivas de português e conhecimentos gerais. A decisão foi da maioria do Pleno do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA) na sessão jurisdicional desta quarta-feira, 23, considerando decisões anteriores do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) no sentido de dispensar a aplicação dessas provas.

Com a determinação, o próximo certame a ser realizado pelo TJMA para preenchimento dos referidos cargos não constarão questões referentes a essas áreas de conhecimento.

Durante a votação foi destacado que a medida não elimina a observância da aplicação prática da língua portuguesa, pois essa avaliação será feita nas questões discursivas referentes a outras disciplinas.

Comissão - Na sessão plenária administrativa do dia 16 deste mês, os desembargadores escolheram os membros que farão parte da comissão para o concurso de notários e registradores. Como membros titulares estão o desembargador Cleones Carvalho Cunha (presidente), os juízes Alice Prazeres, Nelson Ferreira e Ariane Mendes, o notário Felipe Madruga e a registradora Sonia Maria Bonfim. Os suplentes serão o desembargador Paulo Velten, os juízes Kleber Costa, Raimundo Nonato Neris, José Ribamar Costa, o notário Jurandy de Castro e a registradora Patrícia Rego.

Joelma Nascimento
Assessoria de Comunicação do TJMA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Top 10 - Concursos Públicos